sábado, 27 de fevereiro de 2021

A importância de temer a Deus

A religião cristã se distingue pela iniciativa de Deus de revelar-Se à humanidade e trazê-la de volta à comunhão com Ele.

Os falsos deuses não passam de meros reflexos do homem e, portanto, não se pode esperar deles nenhuma solução para o problema do pecado.

Quando conhecemos quem Deus realmente é e o quanto nos ama, desfrutamos com muito mais fervor e alegria o relacionamento com Ele, e as perplexidades, temores e desespero cedem lugar à certeza, ânimo e esperança!

Por isso, o anjo portador do evangelho eterno apela "aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo" para que se lembrem de Deus e aceitem as generosas provisões de Sua graça (Apocalipse 14:6).

A solene mensagem do anjo começa com um chamado para temer a Deus.

"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria" (Salmo 111:10; Provérbios 1:7; 9:10), a experiência fundamental de todo o crente cristão e o segredo para uma vida verdadeiramente abundante e feliz.

Não é de admirar que a palavra "temei" seja o primeiro dos imperativos presentes no apelo do anjo.

Ademais, sem o temor de Deus, não é possível glorificar o Seu santo nome em cada aspecto da vida (I Coríntios 10:31) nem adorá-lO em espírito e em verdade (João 4:23), os dois imperativos seguintes.

Temer a Deus não significa ter medo dEle.

"Deus é amor" (I João 4:8, 16) e "no amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo" (verso 18). Por essa razão, aquele que conhece a Deus O ama, não O teme no sentido de ter medo.

O que significa então o apelo para temer a Deus?

O livro de Provérbios se refere ao temor do Senhor não só como "o princípio da sabedoria" (1:7; 9:10), mas também como "a instrução da sabedoria" (15:33). Essa instrução ou conhecimento de Deus é que nos permite aborrecer o mal e evitá-lo (8:13; 16:6).

Além disso, Provérbios personifica metaforicamente a sabedoria, identificando-a com o próprio Deus (1:20-33; capítulos 8 e 9)!

Em I Coríntios 1:24 e 30, Paulo se refere a Cristo como o "poder de Deus e sabedoria de Deus", de modo que nosso amado Redentor é a sabedoria personificada! Conhecer Jesus é conhecer a sabedoria divina e, portanto, o temor de Deus.

Assim, se queremos viver no temor do Senhor precisamos conhecer o Cristo vivo, Ele mesmo a expressão da sabedoria.

Se conhecermos Jesus por meio de um íntimo e constante relacionamento com Ele jamais nos identificaremos com o pecado. Amparados por Sua graça, vamos aborrecer e evitar o pecado na mesma proporção em que nos aproximamos de Cristo e de Sua perfeita justiça. Esse é o caminho da santificação.

Aborrecer o pecado e desviar-se de praticar o mal é sinal de que somos nascidos de Deus (I João 5:18) e que possuímos o temor do Senhor (Provérbios 16:6); o temor respeitoso, reverente e submisso que procede do Céu.

Temer a Deus também é uma condição para a obediência, que é o caminho inverso do pecado (I João 3:4).

Note a ordem dos verbos "temer" e "guardar" nos seguintes textos:

Deuteronômio 5:29. "Quem dera que eles tivessem tal coração, que me temessem e guardassem em todo o tempo todos os meus mandamentos, para que bem lhes fosse a eles e a seus filhos, para sempre!"

Salmo 103:17-18. "Mas a misericórdia do Senhor é de eternidade a eternidade, sobre os que o temem, e a sua justiça, sobre os filhos dos filhos, para com os que guardam a sua aliança e para com os que se lembram dos seus preceitos e os cumprem."

Eclesiastes 12:13. "De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem."

As Escrituras ensinam que só podemos guardar os mandamentos de Deus no temor do Senhor. Se tentarmos cumpri-los sem o temor de Deus, caímos no legalismo e na justificação pelas obras.

Não guardamos a lei moral para desenvolver o temor de Deus, mas a observamos porque tememos o Seu nome. Obedecer aos santos requerimentos de Deus é sempre o resultado dessa experiência mais profunda com Ele, e nunca o contrário.

Em vista da realidade de um juízo divino que decidirá o destino eterno de cada pessoa, como podemos obter o preparo espiritual necessário para estar entre aqueles que entoarão o cântico de Moisés e o cântico do Cordeiro (Apocalipse 15:2-4)?

A resposta está em Provérbios 2:1-5:

Filho meu, se aceitares as minhas palavras e esconderes contigo os meus mandamentos, para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido e para inclinares o coração ao entendimento, e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz, se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, então, entenderás o temor do Senhor e acharás o conhecimento de Deus.

Queremos entender o temor do Senhor e achar o conhecimento de Deus? Estas são as condições que Deus estabeleceu em Sua promessa:

  • Aceitar as palavras de Deus;
  • Guardá-las no íntimo da alma;
  • Demonstrar diligência e amor pelo aprendizado;
  • Clamar pelo poder do discernimento;
  • Buscar a sabedoria divina com a perseverança de quem procura metais preciosos.

Se pela graça de nosso Senhor Jesus cumprirmos essas condições, acharemos o conhecimento de Deus que nos liberta do poder do pecado!

Sobre Provérbios 2:5, o Comentário Bíblico Adventista (Volume 3, p. 1070) diz:

A caça a tesouros pode falhar, mas aquele que busca verdadeiramente alcançar o entendimento do temor do Senhor, que é o princípio do saber, nunca falhará. Embora não seja possível adquirir um conhecimento profundo de Deus, mesmo que toda a feliz eternidade seja gasta aprendendo mais e mais de Sua natureza amorosa, todo aquele que procura a verdade recebe a promessa de encontrar o conhecimento suficiente para a salvação (Mt 7:7, 8).

Louvado seja o nome do Senhor por essa maravilhosa certeza!

Através da mensagem do primeiro anjo, Deus chama o Seu povo do pecado para a justiça, da transgressão da Sua lei para a obediência, da rebelião para o temor do Senhor.

Qual será nossa resposta a essa última oferta da graça?

Para saber mais: O apelo para temer a Deus

Se você gostou desta postagem e quer apoiar o nosso trabalho, não esqueça de divulgá-la em suas redes sociais. Você também pode contribuir com este ministério clicando no botão abaixo. Sua doação permitirá que o evangelho eterno alcance muito mais pessoas em todo o mundo, para honra e glória de nosso Senhor Jesus. Que Deus o abençoe ricamente!

0 comentários:

Postar um comentário