Blog dedicado ao estudo de Apocalipse 14:6 a 12.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

O Dia do Senhor

A propósito do sábado como o dia de repouso divinamente estabelecido, quero apresentar para reflexão dos leitores duas citações provenientes da literatura católica. A primeira é da obra do Rev. Francis George Lentz, The Question Box or Answers to Objections Against The Catholic Church, que apresenta este interessante diálogo:


P. (a) A Bíblia diz: "O sétimo dia é o sábado do Senhor", e lemos em sua literatura que este é o único sábado bíblico que existe. Por favor, explique como a observância do domingo se originou? (b) Você acredita que o Adventista do Sétimo Dia guarda o dia correto?
R. (a) Se você obedecer somente a Bíblia, não pode haver dúvida de que você está obrigado a santificar o sábado, pois este é o dia especialmente prescrito pelo Deus Todo-Poderoso para ser santificado ao Senhor. Na observância do domingo, os não-católicos estão simplesmente seguindo a prática da Igreja Católica por 1.800 anos; uma tradição, não um mandamento bíblico. O que gostaríamos de saber é: Como eles [os não-católicos] negam a autoridade da Igreja, sobre qual fundamento podem basear sua fé ao observar o domingo. Aqueles que guardam o sábado, como os Adventistas do Sétimo Dia, têm inquestionavelmente sustentação nesta prática. E eles [os protestantes] não podem dar-lhes qualquer resposta suficiente que possa satisfazer a mente imparcial. No caso dos católicos, não há dificuldade sobre o assunto, pois, uma vez que negam que a Bíblia é a única regra de fé, podem recorrer à prática e tradição inalteráveis da Igreja... (1)

A segunda citação é da obra do Rev. Bertrand L. Conway, The Question-Box Answers, a qual expõe o seguinte:

Que autoridade há na Bíblia para mudar o dia de descanso do sétimo para o primeiro dia da semana? Quem deu ao Papa a autoridade para mudar um mandamento de Deus?
Se a Bíblia é o único guia para o cristão, então o Adventista do Sétimo Dia está certo em observar o sábado como o judeu. Os católicos, porém, sabem no que acreditar e consideram a Igreja Católica a autoridade divina infalível, estabelecida por Jesus Cristo, que nos tempos apostólicos tornou o domingo o dia de descanso em honra à ressurreição de nosso Senhor neste dia, e para distinguir claramente o judeu do cristão. S. Justino Mártir (Apol., c. 67) fala da antiga reunião dos cristãos para o sacrifício da santa missa no domingo.
Não é estranho que aqueles que consideram a Bíblia seu único mestre sigam de forma inconsistente a tradição da Igreja neste assunto? (2)

Notas e referências

1. Francis George Lentz, The Question Box or Answers to Objections Against The Catholic Church, 3rd Edition. New York and San Francisco: Christian Press Association, 1900, p. 98-99.

2. Bertrand L. Conway, The Question-Box Answers. New York: Columbus Press, 1912, p. 254-255.

0 comentários :

Postar um comentário

Postagem em destaque

O sábado: base da verdadeira adoração

O sábado é uma verdade essencial dentro do apelo do primeiro anjo para adorar a Deus (Apocalipse 14:7), pois oferece o fundamento e as ra...

Postagens Populares

Curta nossa Página no Facebook

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Leitor voraz. Alguém que gosta de escrever. Cristão protestante de nascimento, apaixonado pelas profecias bíblicas.

Receba postagens por e-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total de visualizações

Permitida a reprodução, desde que sejam mantidos os créditos do autor. Tecnologia do Blogger.