Blog dedicado ao estudo de Apocalipse 14:6 a 12.

terça-feira, 31 de maio de 2016

De que lado do conflito nós estamos?

As três mensagens angélicas se revestem de significado especial numa época em que o mundo religioso está se unindo num mesmo conceito de adoração. A busca por uma experiência mística com Deus, nas suas mais diversas manifestações, está abrindo caminho para uma uniformidade espiritual no mundo e contribuindo para o diálogo e interação entre grupos religiosos tão distintos quanto o céu é diferente da terra. Este fenômeno, longe de ser um modismo passageiro, é parte do modelo consensual globalista em formação, e não constitui outra coisa senão uma versão moderna e ampliada da antiga torre de Babel, com as mesmas motivações, as mesmas filosofias pagãs e o mesmo espírito recalcitrante de outrora.


Enquanto Deus diz: "Retirai-vos dela, povo meu", "separai-vos" (Apocalipse 18:4; II Coríntios 6:14-18), Babilônia mística diz: "Vamos nos unir num mesmo pensamento", "derrubar muros e construir pontes", "reafirmar nossas semelhanças e compreender nossas diferenças" (Apocalipse 16:13-14, 16; 17:13). Dois discursos tão diferentes e antagônicos não podem estar certos ao mesmo tempo. O primeiro exprime unidade no Espírito e na Palavra; o segundo, espírito de unidade e cooperação em torno de necessidades, objetivos e valores em comum. Apenas um deles é verdadeiro.

Ellen G. White escreve:

Vi que, desde que o segundo anjo proclamou a queda das igrejas, estas se têm tornado cada vez mais corruptas. Elas levam o nome de seguidoras de Cristo, mas é impossível distingui-las do mundo... Homens ímpios ficam geralmente satisfeitos com uma forma de piedade sem verdadeira devoção, e ajudarão a sustentar uma religião desse tipo... Consideram-se os dizeres e as obras de homens em vez das claras, cortantes verdades da Palavra de Deus. O espírito e amizade do mundo são inimizade com Deus... Grande número de pessoas que professam ser cristãs não conhecem a Deus. O coração natural não foi mudado, e a mente carnal conserva a inimizade com Deus. São servos fiéis de Satanás, embora hajam assumido outro nome. (1)

Os valores e o espírito do mundo globalizado entraram sorrateiramente na igreja de Deus, e Seu povo, conformando-se aos costumes mundanos, tem sofrido uma profunda crise de identidade. Além disso, à semelhança dos jesuítas, os professos discípulos de Jesus adotaram o princípio maquiavelista segundo o qual os fins justificam os meios. Um cristão que adota esse modelo não percebe, porém, que por causa disso já é outra pessoa. Ele ignora o fato de que os meios utilizados, e não somente os fins, são decisivos para o resultado de sua missão. Assim, em nome do ideal de aproximar-se do mundo para salvá-lo, reproduz a estratégia que descaracteriza a si próprio e a religião que representa, a ponto de não haver mais distinção entre médico e paciente.

Anton LaVey, ocultista e fundador da igreja de Satanás, escreveu o seguinte em sua Bíblia Satânica, para nosso horror e vergonha:

Os tempos mudaram. Os líderes religiosos já não pregam que todas as nossas ações naturais são pecaminosas. Já não pensamos que sexo é obsceno ou que ter orgulho de nós mesmos seja vergonhoso ou que esperar alguma coisa de alguém em troca seja um vício. É claro que não, os tempos mudaram! Se você quer provas disso basta ver o quão liberal as igrejas têm se tornado, porque elas praticam todas as coisas que você [satanista] prega.
Os satanistas ouvem estas e outras declarações similares o tempo todo e concordam sem reservas. Mas, se o mundo mudou tanto, por que continuar a se agarrar aos tópicos de uma fé agonizante? Se muitas religiões estão negando suas próprias escrituras porque estão desatualizadas e estão pregando as filosofias do satanismo, por que não chamá-las pelo seu legítimo nome: satanismo? Certamente isso seria bem menos hipócrita.
Nos últimos anos tem havido uma tentativa de se humanizar o conceito espiritual do cristianismo, isto tem se manifestado nos mais óbvios meios não espirituais...
Os religiosos lamentam: devemos acompanhar os tempos! Esquecem-se que devido aos fatores limitadores e as, profundamente, arraigadas leis das "religiões da luz branca", jamais poderá haver mudanças suficientes para satisfazer às necessidades humanas.
Religiões passadas têm sempre descrito a natureza espiritual do homem com pouca ou nenhuma preocupação com suas carnais ou mundanas necessidades... Elas têm considerado que esta vida é apenas transitória e que a carne é meramente uma aparência, o prazer físico de somenos e a dor uma preparação digna para o reino de Deus. Bem, a absoluta hipocrisia vem à tona quando os "justos" fazem mudanças em sua religião para acompanhar o ritmo da mudança natural do homem. Há somente um caminho para que o cristianismo possa servir completamente as necessidades do homem: é convertendo-se ao satanismo, agora. (2)

Estas palavras dispensam comentários. Cabe aqui, porém, uma pergunta: De que lado do conflito nós estamos?

Quero concluir com o apelo inspirado do apóstolo Paulo, tão relevante nestes tempos desafiadores:

Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:1-2)

Notas e referências

1. Ellen G. White. Primeiros Escritos. Versão em CD-ROM. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, p. 273.

2. Tradução do original The Satanic Bible (Underground Edition) por Vanderlei Maurer de Andrade, p. 38.

2 comentários :

  1. Muito interessante e trágica essa declaração! Mais trágico ainda é a cegueira dos nossos irmãos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, Camila! Que Deus desperte o Seu povo nestes dias tão solenes da história.

      Excluir

Postagem em destaque

O sábado: base da verdadeira adoração

O sábado é uma verdade essencial dentro do apelo do primeiro anjo para adorar a Deus (Apocalipse 14:7), pois oferece o fundamento e as ra...

Postagens Populares

Curta nossa Página no Facebook

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Leitor voraz. Alguém que gosta de escrever. Cristão protestante de nascimento, apaixonado pelas profecias bíblicas.

Receba postagens por e-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total de visualizações

Permitida a reprodução, desde que sejam mantidos os créditos do autor. Tecnologia do Blogger.