sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Incêndios históricos no oeste dos EUA

O fogo está devastando a costa leste dos Estados Unidos. De acordo com o Washington Post, na quinta-feira os incêndios florestais continuavam fora de controle, com a fumaça encobrindo o sol em partes do Oregon e da Califórnia.

A governadora do Oregon, Kate Brown, disse que mais de 900.000 acres foram consumidos pelo fogo em 72 horas, muito acima da média anual típica no estado, de 500.000 acres. "Nunca vimos tantos incêndios fora de controle em todo o estado", disse ela, acrescentando que esses incêndios não têm precedentes.

Na Califórnia, uma das maiores queimadas do estado avançou 40 km em 24 horas entre terça e quarta-feira. A densa fumaça provocada pelos incêndios escureceu o sol e deixou o céu com uma tonalidade laranja em toda a área da baía de São Francisco.


Ponte Golden Gate de São Francisco ao meio-dia de quarta-feira (Harold Postic/AFP/Getty Images)

Na quinta-feira, a Califórnia viu espantosos 3,1 milhões de acres queimados, dos quais 2,5 milhões foram consumidos apenas na quarta-feira. Trata-se da maior extensão já registrada.

Neste ano a Califórnia já contabiliza seis dos vinte maiores incêndios florestais da história do estado.

A eclosão simultânea de incêndios em uma extensão tão grande, somada às velocidades espantosas por meio das quais esses incêndios se alastraram, levaram os especialistas em incêndios florestais a considerar este um evento sem precedentes nos tempos modernos.

Nick Nauslar, meteorologista do National Interagency Fire Center em Boise, Idaho, disse que a "enorme quantidade de fogo na paisagem é surreal, e ninguém com quem conversei consegue se lembrar de algo parecido".

Os incêndios forçaram as autoridades a anunciar o fechamento de todos os dezoito parques nacionais da Califórnia na tarde de quarta-feira em resposta a "condições de incêndio históricas e sem precedentes".


Encosta em chamas atrás da ponte Bidwell Bar em Oroville, na Califórnia (AP Photo/Noah Berger)

Esta temporada recorde de devastação pelo fogo nos faz lembrar das palavras do Senhor por intermédio de Seu profeta, providencialmente citadas por Pedro em Atos 2:19 e 20:

Mostrarei prodígios em cima no céu e sinais embaixo na terra: sangue, fogo e vapor de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e glorioso Dia do Senhor.

A propósito das calamidades como a que está devastando o oeste dos Estados Unidos, Ellen G. White escreveu em tom de advertência:

Aproxima-se a tempestade, e precisamos aprontar-nos para sua fúria mediante arrependimento para com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo. O Senhor Se levantará para sacudir terrivelmente a Terra. Veremos aflições por todos os lados. Milhares de navios serão arremessados para as profundezas do mar. Esquadras se submergirão, sendo sacrificados milhões de vidas humanas. Irromperão inesperadamente incêndios que nenhum esforço humano será capaz de extinguir. Os palácios da Terra serão varridos pela fúria das chamas. Tornar-se-ão mais e mais frequentes os desastres de estrada de ferro; confusão, colisões e morte sem um momento de advertência ocorrerão nas grandes vias de comunicação. O fim está perto, a graça está a terminar. Oh! busquemos a Deus enquanto Se pode achar, invoquemo-Lo enquanto está perto! – Eventos Finais, p. 24:1.

2 comentários: