"Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap 14:12)

sábado, 27 de maio de 2017

Duas cidades: dois grupos de adoradores

Uma das características mais marcantes do Apocalipse é o contraste que esse extraordinário livro estabelece entre os poderes em conflito no grande drama dos séculos.

O Cordeiro opõe-se à besta, a mulher pura, à grande meretriz, e Sião ou Jerusalém, à Babilônia.

Há, inclusive, três mensagens angélicas verdadeiras (Apocalipse 14:6-12) em contraste com três mensagens angélicas falsas (Apocalipse 16:13-14)!

sábado, 20 de maio de 2017

Anunciada a queda da Babilônia mística

"Seguiu-se outro anjo, o segundo, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição." (Apocalipse 14:8)

O anjo portador do evangelho eterno (Apocalipse 14:6-7) é seguido por outro anjo, o segundo (verso 8), que se une ao primeiro na obra de restaurar a verdade de Deus para o tempo do fim.

A mensagem do segundo anjo não é menos evangélica que a do primeiro.

A queda da antiga Babilônia representou para os judeus sua libertação do cativeiro babilônico e posterior retorno para Jerusalém. Da mesma forma, a queda da moderna Babilônia espiritual anuncia a iminente libertação da igreja de Cristo para a Jerusalém celestial!

sábado, 13 de maio de 2017

O remanescente final dos fiéis adoradores

O acesso direto a Deus por meio de Jesus Cristo é a maior esperança do crente! Acesso a Deus significa acesso ao santuário celestial, onde Deus habita (Hebreus 8:1-2).

É ali que cada prece é ouvida, cada clamor, respondido, e de onde todo o poder divino é ministrado em favor do suplicante!

É do santuário do Céu que Deus dirige não somente o destino dos povos e nações, mas, sobretudo, a sorte de Sua igreja, conduzindo-a rumo à vitória final.

sábado, 6 de maio de 2017

A "medição" do santuário de Deus e dos adoradores

Qualquer discussão séria sobre a adoração de Deus deve levar em conta a perspectiva do Apocalipse sobre o assunto. É o que procuramos fazer nos artigos anteriores, ao considerarmos, ainda que genericamente, as razões do por quequando e como devemos adorar a Deus.

A própria singularidade da estrutura literária do Apocalipse, disposta a partir do ponto de vista do ministério de Cristo no santuário celestial, justifica essa conclusão, pois o santuário e a adoração estão, naturalmente, ligados.

Postagens populares

Postagens em destaque

É tempo de despertar. Antes que as três mensagens angélicas sejam proclamadas ao mundo (Apocalipse 14:6), elas devem exercer sua influência reavivadora e santificadora entre o professo povo de Deus.

A religião humanista da nova ordem. Muitos religiosos de hoje têm substituído a suficiência de Cristo pela suficiência humana, na esperança de estabelecer o reino de Deus na Terra.

A maior e mais urgente necessidade. A Testemunha Fiel e Verdadeira ainda clama a plenos pulmões pelo arrependimento e conversão de Seu povo, disposta a oferecer perdão, consagração e reavivamento espiritual.

O papel da Igreja na comunidade: uma reflexão. A ênfase na filantropia parece constituir a única maneira possível de tornar a Igreja socialmente relevante num mundo imediatista e ávido por resultados tangíveis.

A verdadeira e a falsa adoração. Ao revelar os muitos contrastes entre a verdadeira e a falsa adoração, o Apocalipse fornece informações preciosas para permanecermos fiéis a Deus e não ser seduzidos pelos apelos da religião popular.

Preparação para o Segundo Advento. O que a Bíblia ensina a respeito da preparação para o Segundo Advento? Existe alguma indicação de que precisamos fazer preparativos especiais além de expressar fé e amor ao Senhor Jesus Cristo?

Leituras indispensáveis

Arquivo do Blog

Quem sou eu

Minha foto

Leitor voraz. Alguém que gosta de escrever. Cristão protestante de nascimento, apaixonado pelas profecias bíblicas.

Seguidores

Siga-me por Email

Total de visualizações

Permitida a reprodução, desde que sejam mantidos os créditos do autor. Tecnologia do Blogger.
Scroll To Top