domingo, 2 de janeiro de 2022

Das trevas da ignorância à luz da verdade

Ao começar um novo ano, nossa primeira e mais importante resolução deve ser andar intimamente com Cristo, como João, o discípulo amado, andou, de maneira que os pensamentos de Cristo sejam os nossos pensamentos, Suas palavras, as nossas palavras, e Seus atos, os nossos atos.

Nada menos do que isso poderá remodelar nosso caráter e fortalecer nossa perseverança na verdadeira fé, especialmente agora, em que

"Toda visão já se vos tornou como as palavras de um livro selado, que se dá ao que sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele responde: Não posso, porque está selado; e dá-se o livro ao que não sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele responde: Não sei ler" (Isaías 29:11,12).

O súdito ideal de Satanás não é o satanista convicto nem o globalista convicto, mas aquele para quem já não existe diferença entre o fato e a ficção, entre o verdadeiro e o falso; aquele para quem a verdade morreu e a mentira se tornou o padrão pelo qual tudo é medido.

A mentira ainda é uma mentira, e uma afirmação flagrantemente falsa não deveria exigir muita explicação. Mas como a glorificação da opinião acima do conhecimento, das emoções acima dos fatos mergulhou a verdade num mar de irrelevância, as pessoas não têm interesse em se informar em um nível básico sobre os assuntos que afetam suas vidas.

É muito fácil perder a noção exata da tragédia na qual podemos nos tornar personagens. O descaso pelos fatos e a substituição da razão pela emoção assumiram nesta época a forma de energia dinâmica – uma energia escura e concentrada, que submerge o mundo nas trevas, com roteiro e desenlace definidos.

Mas este declínio moral e espiritual, que produziu uma geração imune à liderança sábia e líderes incapazes de se tornar sábios, não precisa ser a nossa história.

A atrofia da experiência com a verdade não é uma fatalidade do destino nem é determinada pelas circunstâncias de nosso tempo, mas resulta da nossa disposição, da nossa condescendência egoísta.

E, por isso, o anjo que iluminará a terra com a sua glória deve primeiro iluminar o remanescente de Deus com a mensagem da Testemunha Fiel e Verdadeira, para separar o trigo do joio:

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas. Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te." Apocalipse 3:15-19.

Se este testemunho for recebido, despertará para a ação, levará à humilhação própria e à confissão de pecados, e avivará as capacidades adormecidas da alma em nossa experiência com a verdade, purificando e enobrecendo a natureza espiritual e comunicando nova força e vigor ao intelecto.

Queira Deus que seja essa a nossa história em 2022.

Feliz ano novo!

Se você gostou desta postagem e quer apoiar o nosso trabalho, não esqueça de divulgá-la em suas redes sociais. Você também pode contribuir com este ministério clicando no botão abaixo. Sua doação permitirá que o evangelho eterno alcance muito mais pessoas em todo o mundo, para honra e glória de nosso Senhor Jesus. Que Deus o abençoe ricamente!

0 comentários:

Postar um comentário