Blog dedicado ao estudo de Apocalipse 14:6 a 12.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Reavivando o evangelho eterno

O glorioso cumprimento do propósito de Deus para toda a história da redenção, anunciado pelo anjo da sétima trombeta - "O reino do mundo se tornou de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos" (Apocalipse 11:15) - não ocorrerá sem que antes a obra mundial do "anjo forte" encontre sua plena realização (Apocalipse 10:11). Ao proclamar que todos os períodos de tempo proféticos do livro de Daniel se cumpriram (Daniel 8:14; 12:7, 11, 12), este poderoso Mensageiro celeste garante que não haverá mais atraso na consumação do "mistério de Deus" (Apocalipse 10:7)!

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A posse de Donald Trump e os eventos finais

Com a posse de Donald Trump como o 45º presidente dos Estados Unidos, o pêndulo da política americana oscila mais uma vez em direção ao discurso conservador, e desta vez com maior tenacidade, em vista do legado liberal da administração Obama. Sem dúvida o evento representa um novo marco no cumprimento das profecias de Daniel e Apocalipse, não no sentido de que o evento em si tenha sido previsto, mas no que diz respeito ao curso dos acontecimentos que a política de Trump poderá determinar, ou seja, as tendências que suas ações poderão favorecer durante o seu governo.

sábado, 21 de janeiro de 2017

O desafio do evangelho no tempo do fim

Nós estamos vivendo em uma época extraordinária da história da redenção! Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, assumindo a função de um poderoso mensageiro celeste, cuja obra abarca a Terra e o mar, anuncia em Apocalipse 10, por meio de um juramento solene, que não haverá mais um período definido de tempo que nos separe da consumação do mistério de Deus! As grandes cadeias proféticas da Bíblia já se cumpriram. Desde que nosso Sumo Sacerdote entrou no Lugar Santíssimo do santuário celestial, em 1844, "já não haverá demora" (Apocalipse 10:6).

sábado, 14 de janeiro de 2017

O evangelho eterno na perspectiva do juízo

Ao considerarmos a realidade do ministério sumo sacerdotal de Jesus Cristo em Seu santuário, uma obra que agora inclui o juízo, compreendemos com absoluta clareza a nota tônica do evangelho eterno para a geração do fim. Em Apocalipse 10, o "anjo forte" abre solenemente o selo das profecias de Daniel para o tempo do fim dentro do marco da sexta trombeta (Apocalipse 9:13-21), revelando a mensagem final que deve orientar a derradeira missão da igreja em preparação para o segundo advento de Cristo.

sábado, 7 de janeiro de 2017

Cristo, nosso Sumo Sacerdote e Juiz

O ministério sacerdotal de nosso Sumo Sacerdote no santuário celestial é tão essencial à nossa salvação quanto Sua morte expiatória na cruz. Por meio desta obra, o Senhor Jesus ministra os benefícios de Seu sacrifício em favor daqueles que dEle se aproximam, "vivendo sempre para interceder por eles" (Hebreus 7:25). Interceder significa mediar entre duas partes de modo a reconciliar diferenças. Deus e o homem estão separados pelo pecado do homem, e a reconciliação, ou mudança da condição de inimizade para amizade com Deus, só é possível mediante a pessoa de Jesus Cristo, o qual restaura ao homem a harmonia com o Pai celestial.

Postagem em destaque

O sábado: base da verdadeira adoração

O sábado é uma verdade essencial dentro do apelo do primeiro anjo para adorar a Deus (Apocalipse 14:7), pois oferece o fundamento e as ra...

Postagens Populares

Curta nossa Página no Facebook

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto

Leitor voraz. Alguém que gosta de escrever. Cristão protestante de nascimento, apaixonado pelas profecias bíblicas.

Receba postagens por e-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Total de visualizações

Permitida a reprodução, desde que sejam mantidos os créditos do autor. Tecnologia do Blogger.