"Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap 14:12)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A ira de Deus

A imposição oficial e o caráter coercitivo da marca da besta - um sinal da pretensa autoridade do anticristo "legitimada" pelo poder civil - refletem um espírito bem diferente do caráter do manso e humilde Nazareno.

O cristianismo bíblico é uma religião de liberdade, de livre escolha, que visa reformar indivíduos, não sociedades inteiras. Naturalmente, uma quantidade significativa de indivíduos atraídos e transformados pelo poder do evangelho pode impactar positivamente uma comunidade, mas a igreja jamais recebeu de Deus a incumbência de converter um povo por meio de uma reforma no nível social.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O que o Oscar tem em comum com o Egito

Por Scott Mayer

É o maior show business da noite, onde o mundo reconhece o mérito dos artistas mais talentosos e os homenageia com um ídolo de ouro. Normalmente, 40 milhões de pessoas assistem todos os anos a este ritual. A maioria delas é atraída pelo brilho e glamour e não percebe no que eles [os artistas] estão realmente participando.

Os prêmios da Academia nasceram logo após a formação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, em 1927. A incipiente organização realizou um jantar no Crystal Ballroom do Bitmore Hotel, no centro de Los Angeles, para definir suas metas. Entre os temas discutidos naquela noite, estava a melhor forma de homenagear as produções fílmicas mais notáveis e, assim, incentivar a excelência em todas as facetas da produção cinematográfica. O primeiro banquete foi realizado em 16 de maio de 1929, ocasião em que eles entregaram as primeiras estatuetas. Oficialmente, eles são indicados ao Academy Award of Merit. A estatueta se tornou o troféu mais aclamado no mundo, conhecido por seu apelido: Oscar.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Rumo a uma lei dominical

Em um post anterior, observamos que a igreja não é produto da imaginação humana, mas da vontade divina. Deus mesmo a concebeu com o propósito de ser uma bênção para o mundo, e Ele a tem guiado a toda a verdade mediante a obra de Seu Espírito. Somente uma igreja provada pela Palavra de Deus e pelo Cristo vivo, e não achada em falta, pode ser digna de confiança.

Quando uma igreja, porém, sacrifica sua santa vocação no altar do orgulho e da condescendência própria e ainda resiste à obra do Espírito Santo, só lhe resta reafirmar-se por meio de alguma ação coercitiva. A união com o poder civil é, com efeito, a única alternativa possível para uma igreja que abandonou a fonte da verdade e carece da presença e do poder de Deus.

sábado, 2 de janeiro de 2016

A liberdade sob ameaça

A aparência de cordeiro é uma singularidade da besta terrestre (Apocalipse 13:11), e sugere, acima de tudo, características messiânicas (lembre-se que a palavra "cordeiro" é mencionada trinta e uma vezes no Apocalipse e, com exceção de uma, todas as referências se aplicam a Cristo). Significa dizer que o poder representado na profecia aspira a uma posição única de nação escolhida e ungida pela Providência para redimir o mundo caído.

De fato, o mito americano da excepcionalidade, segundo o qual os Estados Unidos não são apenas um país entre outros, mas, sobretudo, "um centro irradiador e condutor da humanidade, com valores superiores próprios, predestinado geograficamente, um povo eleito pela Providência Divina e com direito à Terra Prometida" (1), cumpre com notável exatidão a revelação profética concernente às pretensões messiânicas deste país.

Postagens populares

Postagens em destaque

É tempo de despertar. Antes que as três mensagens angélicas sejam proclamadas ao mundo (Apocalipse 14:6), elas devem exercer sua influência reavivadora e santificadora entre o professo povo de Deus.

A religião humanista da nova ordem. Muitos religiosos de hoje têm substituído a suficiência de Cristo pela suficiência humana, na esperança de estabelecer o reino de Deus na Terra.

A maior e mais urgente necessidade. A Testemunha Fiel e Verdadeira ainda clama a plenos pulmões pelo arrependimento e conversão de Seu povo, disposta a oferecer perdão, consagração e reavivamento espiritual.

O papel da Igreja na comunidade: uma reflexão. A ênfase na filantropia parece constituir a única maneira possível de tornar a Igreja socialmente relevante num mundo imediatista e ávido por resultados tangíveis.

A verdadeira e a falsa adoração. Ao revelar os muitos contrastes entre a verdadeira e a falsa adoração, o Apocalipse fornece informações preciosas para permanecermos fiéis a Deus e não ser seduzidos pelos apelos da religião popular.

Preparação para o Segundo Advento. O que a Bíblia ensina a respeito da preparação para o Segundo Advento? Existe alguma indicação de que precisamos fazer preparativos especiais além de expressar fé e amor ao Senhor Jesus Cristo?

Arquivo do Blog

Quem sou eu

Minha foto

Leitor voraz. Alguém que gosta de escrever. Cristão protestante de nascimento, apaixonado pelas profecias bíblicas.

Seguidores

Siga-me por Email

Total de visualizações

Permitida a reprodução, desde que sejam mantidos os créditos do autor. Tecnologia do Blogger.
Scroll To Top